terça-feira, 25 de maio de 2010

Saúde e Cura - Lição 09

Temperança

(I Timóteo 3; II Pedro1; I Coríntios 9; Romanos 14)

Introdução: A temperança é um objetivo correto para o cristão? Meu velho dicionário Webster’s me diz que a palavra temperança vem da palavra latina para “moderação”. O novo dicionário Merriam-Webster define o termo como “moderação nas ações, pensamentos ou sentimentos.” Ouço cristãos dizerem que estão “completamente vendidos para Jesus”. Pregadores me dizem que devo entregar meu coração 100% para Jesus. Isto é consistente com Deuteronômio 10:12, que me diz para servir a Deus com “todo” o meu coração e “toda” a minha alma. Me parece que 50% do meu coração e da minha alma estaria mais de acordo com o objetivo de uma pessoa moderada, temperante. 100% parece ser um pouco extremo, se o objetivo é a moderação! Vamos entrar com cuidado no nosso estudo da Bíblia e descobrir se a temperança é realmente o objetivo de Deus para a nossa vida!

I. Líderes Cristãos

A. Leia I Timóteo 3:1. Qual é o cargo “mais alto” na tua igreja? (Algumas Bíblias traduzem a palavra “supervisor” como “bispo”, “ancião” ou “pastor”.)

1. Seria pecaminoso querer assumir o cargo mais alto? (O contexto sugere que esta é uma ambição apropriada.)

B. Leia I Timóteo 3:2. O que aprendemos a respeito da temperança e assumir o cargo mais alto na igreja? (Ser “moderado” é uma exigência.)

1. Se alguém tem, digamos, dez esposas, isto seria um pouco extremo. Isto não seria tão extremo quanto ter apenas uma esposa, em vez de {uma quantidade} mais moderada de três? (Aprendemos, com este texto, que a maneira como a Bíblia usa o termo “moderado” {ou “temperante”} pode não ser a mesma maneira como nós usamos este termo. A Bíblia assume o padrão “extremo” de uma esposa.)

C. Leia I Timóteo 3:8-9. Diáconos são o nível seguinte na liderança. Eles devem ser temperantes?

1. Existe alguma coisa de temperante em “apegar-se ao mistério da fé com a consciência limpa”? (Este texto sugere que o diácono conhece a verdade e a observa. Isto não sugere uma abordagem moderada com relação ao pecado.)

II. Cristãos Moderados?

A. Leia I Tessalonicenses 5:1-3. Que assunto a Bíblia está discutindo aqui? (O fim do mundo.)

B. Leia I Tessalonicenses 5:4-7. Neste contexto, se você deve ser moderado, está mais tendente para a penumbra, certo?

1. Se eu te falasse que alguém nunca dorme, você consideraria isto como temperança? (Não.)

2. Deus está falando para não dormirmos?

a. Se você diz que “não”, então Deus também não está discutindo ficar bêbado? (Deus não está falando a respeito de sono ou embriaguez, está falando sobre ficarmos alertas. Uma pessoa que está dormindo ou bêbada não está alerta.)

3. O que, exatamente, Deus está nos dizendo acerca da temperança? (Está dizendo para estarmos alertas e termos domínio próprio. Quando pensamos em temperança, precisamos pensar em domínio próprio.)

C. Leia Apocalipse 3:14-16. Estas são pessoas temperantes, moderadas? (Sim. Mornidão é a descrição da moderação.)

D. Antes de chegarmos a uma conclusão firme a respeito da moderação, leia I Coríntios 9:20-23. O que este texto sugere acerca da moderação? Paulo parece mudar de acordo com a multidão – o moderado perfeito!)

E. Leia Romanos 14:19-23. Os padrões devem ser sacrificados pelo bem da paz? Este não é o quadro da moderação? (Parece que sim.)

F. Passamos por vários textos bíblicos, alguns dos quais parecem promover moderação, e outros que dizem que a moderação é terrível. Como podemos determinar qual situação exige moderação e qual situação exige “extremismo”? (Leia Romanos 14:1. Temos que decidir o que importa para Deus. Em assuntos polêmicos, precisamos ser moderados. Em assuntos de crescimento de outras pessoas na fé, precisamos evitar a condenação. Em assuntos que importam – como promover o evangelho – precisamos ser “quentes”, precisamos ser “extremistas”.)

III. O Caminho Para a Temperança

A. Leia II Pedro 1:5-8. Que tipo de lista é essa? (É uma lista progressiva de atributos cristãos.)

1. Onde começamos? (Com a fé! O texto assume que já temos fé, porque fala para “acrescentar à sua fé”.)

2. Faz sentido começarmos com a fé? (leia João 11:25-27. Fé em Jesus como Deus é a base de tudo.)

B. Veja novamente II Pedro 1:5-8. O que é acrescentado em seguida? (Virtude.)

1. A virtude tem alguma coisa a ver com temperança? (A virtude deve referir-se a ações. A temperança se refere a ações. Deus está nos pedindo no começo de nossa experiência cristã que tenhamos boas ações. Termos uma atitude positiva com relação aos outros. Isto quer dizer moderação com relação à condenação em assuntos polêmicos.)

2. Faz sentido para você que o “conhecimento” seja acrescentado depois da virtude? Como você pode ser bom sem conhecimento? (Este é um chamado para compreendermos a vontade de Deus com relação às nossas ações. Apenas ser bom não é suficiente. Precisamos saber como agir melhor para ajudar aos outros.)

3. Por que “domínio próprio” e “perseverança” viriam logicamente em seguida? (Fé é uma crença em Jesus. Virtude é uma atitude gentil com relação aos que estão em nosso redor. Conhecimento é uma compreensão daquilo que Deus deseja que façamos. Domínio próprio e perseverança envolvem colocar em prática aqueles coisas que nos foram ensinadas.)

a. Você acha que domínio próprio e perseverança seriam incluídos no que a Bíblia chama de temperança? (Sim. Vemos que a Bíblia equipara o domínio próprio com a temperança. Perseverança é uma extensão do domínio próprio. Estes chamados a persistir em viver uma vida de temperança estão próximos de ser o degrau mais importante na escada da vida.)

C. Como você explica que o amor seja o último passo nesta lista? (Este texto sugere que o amor é a coisa mais difícil de ser acrescentada ao nosso caráter cristão. Isto envolve uma conversão do coração no mais alto grau. Esta não parece ser uma conversão 50%.)

IV. Exemplos Para os Cristãos

A. Leia Gênesis 6:9-10. Que tipo de homem era Noé? (Ele era justo e íntegro.)

B. Estou assumindo que você conhece a história de Noé e o dilúvio. Se não conhece, leia Gênesis 6:11-9:17.

C. Leia Gênesis 9:20-22. Por que Cam contaria a seus irmãos acerca da condição de seu pai? (Ele queria que os irmãos rissem de seu pai. Isto diminuiria a estatura do homem que a Bíblia chama de justo e íntegro.)

D. Leia Gênesis 9:23. Como os filhos mais velhos de Noé o trataram? (Com amor e respeito. Eles tomaram atitudes para preservar a dignidade de seu pai. Eles não eram como Cam, que tomou atitudes para aumentar a vergonha de seu pai.)

E. Leia Gênesis 9:24-27. Agora chegamos às questões mais espinhosas. Não foi Noé quem errou? Ele ficou bêbado, ninguém o obrigou a isso. Se Noé foi quem errou, por que o filho de Cam foi amaldiçoado?

1. Vamos repensar as nossas conclusões acerca da Bíblia e a moderação. Como você aplicaria as lições aprendidas aqui? (Devemos sempre perguntar “O que é importante? O que importa para Deus? O que irá promover o evangelho?” Na escada do caráter cristão, o amor estava no topo. Cam e seu filho não estavam demonstrando amor e respeito para com Noé, um homem justo de Deus. Isto importou muito mais para Deus do que Noé ter se embebedado.)

2. Que lógica existe para a maldição e as bênçãos? (A escravidão degrada uma pessoa. Cam (e, aparentemente, Canaã) estavam degradando a Noé. Portanto, a maldição impôs o mesmo tipo de degradação.)

3. Que lições deveriam ser aprendidas a partir disso? (É importante ser capaz de decidir quando é exigida “moderação” e quando é exigido “ficar firme”. Precisamos “ficar firmes” com relação ao amor e ao respeito. Outra lição importante que não podemos deixar de lado é que o álcool abre a porta para sermos humilhados. Finalmente, um motivo importante para o amor é o sistema de justiça de Deus tem um aspecto de “retribuição”. Veja Eclesiastes 11:1.)

F. Amigo, no passado você ficou firme quando era importante e foi moderado quando as questões não importavam muito? Se você acha que pode não ter feito a coisa certa no passado, peça ao Espírito Santo, agora mesmo, para te convencer acerca das prioridades de Deus.

V. Próxima Semana: Integridade: Inteireza e Santidade

=============================== Direito de Cópia de 2010, por Bruce N. Cameron, J.D. Todas as referências das Escrituras são da Bíblia de Estudo na Nova Versão Internacional (NVI), editada em 2003 pela Editora Vida – São Paulo, a menos que indicado de outra forma. As citações da NVI são usadas com permissão. As respostas sugestivas encontram-se entre parênteses. Para receber semanalmente estes comentários diretamente no teu endereço de e-mail, acesse: http://br.groups.yahoo.com/subscribe/BruceCameron ===============================

Um comentário:

janjandabahia disse...

Irmão Levi, passei por aqui para agradecê-lo por traduzir esses comentários do irmão Bruce Cameron. Desde que os descobrir tem me ajudado muito a compreender e aplicar as escrituras na minha vida pessoal. Sou professor de classe bíblica aqui njma IASD em Itabuna-Bahia. Um grande abraço e que as bençãos de Deus sejam contínuas em sua vida. Shalom
Janilson Vieira Sales